O que é Whey Protein feminino?

De uns tempos pra cá tenho ouvido falar muito em Whey Protein feminino, mas afinal o que é e o que difere ele do tradicional?

Como sabemos, o Whey Protein é basicamente um suplemento de proteína derivada da extração do soro do leite, que contém aminoácidos como: leucina, isoleucina e valina (BCAA), glutamina e arginina.

O suplemento é utilizado prioritariamente para quem quer ganho de massa muscular, uma vez que suas proteínas de alto valor biológico contribuem para a reparação do músculo, que sofre microlesões durante a prática de exercícios. Com a ajuda da proteína do Whey Protein a fibra muscular é reparada, ficando maior e mais forte.

O que é Whey Protein feminino?

Nada mais é do que o Whey tradicional acrescido de ingredientes como o colágeno hidrolisado, elastina, proteína isolada da soja e até mesmo óleo de semente de uva.

Pra que serve?

O colágeno e a elastina são responsáveis pela sustentação e manutenção da firmeza da pele, enquanto o óleo de semente de uva hidrata e fornece antioxidantes que combatem os efeitos nocivos dos radicais livres (muitos deles gerados durante a atividade física) sobre todo o organismo.
Como o corpo tende a reduzir a síntese de colágeno com o passar da idade, consumir a proteína através de suplementos hidrolisados poderia, em tese, ajudar a afastar as rugas e melhorar a saúde do sistema circulatório (a elastina atua na formação da parede dos vasos sanguíneos), das unhas e cabelos.
A proteína da soja por sua vez é rica em isoflavonas, que ajudam a atenuar os sintomas da TPM e da menopausa, reduzindo os desconfortos causados pelo inchaço e a variação do humor quando estamos naqueles terríveis dias!

Portanto, apesar de não ser exatamente o mesmo produto, o Whey Protein feminino não é tão diferente assim do ponto de vista nutricional e funcional. Há muitas controvérsias a respeito… De um lado, especialistas em nutrição afirmam que o Whey Protein feminino não seja tão superior ao tradicional no aspecto de alcançar massa muscular. E que, por si só, a maior concentração de colágeno e elastina não justificaria a compra do produto para atender necessidades femininas.

Como tomar?

O Whey Protein feminino pode ser consumido da mesma maneira que o whey tradicional: com água ou leite desnatado, logo após o treino.
Caso o seu objetivo seja perder peso, opte por um whey com baixo teor de carboidratos e sem açúcar, já que o nutriente poderá estimular o acúmulo de gordura na região abdominal.

Custo X Benefício

Como há todo um marketing por trás do Whey Protein feminino, por exemplo, os fabricantes fizeram em embalagem menor e em cores mais associadas às mulheres, como o rosa para ter uma maior aceitação entre as mulheres que tem medo de utilizar o whey e ficarem “muito musculosas” (sim, ainda existe essa crença!)
É claro que na fórmula tem, como já mencionei, o acréscimo de elastina, colágeno e soja, mas eles não tornam o produto tão diferente assim a ponto de merecerem uma nova rotulação e uma diferenciação no preço. Podemos, portanto, dizer que se trata de um whey com menos proteína e mais voltado para o lado estético.

Fato é que, experimentar o produto depende das condições nutricionais que ele oferece, principalmente na quantidade de proteínas, estando em 80% no mínimo, um baixo índice de gorduras e pouco carboidratos para poder merecer sua confiança. 😉

Neste contexto, a proposta do Whey Protein feminino, surge como o coadjuvante da mulher que treina e precisa de um suplemento, mas quer ganhos estéticos também.

Mas uma opção também, e, de repente, mais vantajoso, seria comprar o Whey tradicional e o colágeno a parte e misturar se a intenção for melhorar a flacidez da pele e aparência do cabelo e unhas. Dá pra usar um whey de baunilha e colocar sabor no colágeno, ou vice-versa.

Beijos

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat