O que é somatótipo e sua importância

O somatótipo é uma teoria da técnica de classificação corporal extremamente importante para entendermos porque certos indivíduos são melhores jogadores de basquete e outros melhores corredores fundistas (longa distância). Ou até mesmo porque dentro de um mesmo esporte como o futebol americano, porque os jogadores tem características corporais diferentes relacionadas com a sua posição no jogo.

Esta classificação foi desenvolvida inicialmente em 1940, pelo fisiologista norte americano William Herbert Sheldon.

Sheldon dividiu a estrutura física do ser humano em três condições diferenciadas: Endomorfia (endomorfo), Mesomorfia (mesomorfo) e Ectomorfia (ectomorfo), definindo determinadas características físicas que as diferenciam entre si.

A partir do trabalho dos pesquisadores Sheldon, Heath & Carter desenvolveu-se um novo modelo para avaliação das características corporais de um indivíduo, que pode ser empregado tanto em homens quanto em mulheres.

Vamos entender cada classificação:

– endomorfia: se refere a característica de maior acumulo de gordura relativa, apresentando como principais características o arredondamento das curvas corporais. Considera-se um individuo obeso, um bom exemplo de endomorfia plena, pois o relevo muscular não é facilmente notado, apresenta um grande volume abdominal, pescoço curto e ombros quadrados.

Normalmente necessitam de uma redução na ingestão calórica para que possam diminuir a quantidade de gordura corporal, bem como um acréscimo no gasto calórico com mais exercícios aeróbios e um planejamento de musculação voltado para repetições mais altas por séries.

– mesomorfia: dentreas principais características da mesomorfia, destacam-se o grande relevo

muscular aparente, com contornos predominantes na região do trapézio, deltóides e abdome, bem como uma estrutura óssea mais maciça principalmente na região do punho e antebraço. A presença de gordura corporal é pequena, permitindo uma boa visualização da massa muscular.

Com relação à alimentação e treinamento, pode-se considerar um indivíduo privilegiado. Tem um bom metabolismo, conseguindo manter pouco acumulo de gordura e tem muita facilidade para ganhar massa muscular.

– ectomorfia: caracteriza-se por músculos/membros finos e longos e baixo acúmulo de gordura. Ectomorfia é a linearidade, ou seja, está relacionada ao comprimento dos ossos e superfície da pele. Quanto mais longos os ossos de uma pessoa, mais longilínea ela é e mais componente ectomórfico ela tem.

Desta forma e, com essas características, um ectomorfo necessita de mais calorias diárias para manter ou ganhar peso, juntamente com um treino de musculação pesado, breve e infrequente visando a hipertrofia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat